Pular para o conteúdo principal

Profissionais da UFRPE integram a nova diretoria do Conselho Regional de Medicina Veterinária e Zootecnia

quarta-feira, 6 Setembro 2017 - 16h44

Profissionais da UFRPE integram a nova diretoria do Conselho Regional de Medicina Veterinária e Zootecnia de Pernambuco (CRMV-PE) eleita para o triênio 2017/2020. O professor Marcelo Weinstein Teixeira é o novo presidente do Conselho, e o médico veterinário e técnico-administrativo da UFRPE Nivaldo Azevedo Costa, o vice-presidente. Já o professor Leucio Alves integra a equipe de conselheiros.

Em solenidade realizada na última terça-feira (5/09), na sede do CRMV-PE, no Recife, tomou posse a nova diretoria, com a presença de profissionais e autoridades, a exemplo da reitora da UFRPE, Maria José de Sena.     

A chapa foi eleita com a proposta da ampliação da fiscalização e do combate ao exercício ilegal da profissão por meio da ampliação do quadro de fiscais e estabelecimento de estratégias que agilizem a apuração de possíveis ilícitos.

O professor Marcelo Teixeira agradeceu o empenho da gestão que findou o mandato, sob a presidência de Erivânia Camelo de Almeida, e se comprometeu a ampliar a interiorização do CRMV-PE levando cursos, eventos e treinamentos para as várias regiões do estado. Quer criar também representações estratégicas nas diversas regiões para facilitar a integração e identificar os pontos a serem fortalecidos.

O fortalecimento da zootecnia dentro do conselho é outro ponto importante para a nova gestão assim como uma maior interação com o ensino da veterinária e zootecnia no estado. A ideia é de promover um contato mais estreito das escolas com o conselho.

Em seu discurso de posse, Marcelo Teixeira ressaltou a importância da participação em sua gestão. "Esta será uma gestão para todos. Queremos agregar e fortalecer as relações entre esta autarquia e seus atores principais que são os profissionais. As portas estarão sempre abertas para que possamos engrandecer as nossas profissões e mostrar para a sociedade brasileira a importância da medicina veterinária e da zootecnia para a nossa nação", afirmou.

Histórico 

O início da regulamentação da profissão aconteceu em 09 de setembro de 1933, através do Dec. nº 23.133, do então Presidente da República Getúlio Vargas. Já em 23 de outubro de 1968, entra em vigor a Lei 5.517, que dispõe sobre o exercício da profissão do Médico Veterinário e cria os Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária, transferindo para a própria classe a função fiscalizadora do exercício profissional.

Em Pernambuco, o Conselho Regional foi criado em 28 de julho de 1969, tendo como primeiro presidente o médico veterinário Luiz de Oliveira Sobrinho. Atualmente são 4.500 profissionais inscritos.

O curso de Medicina Veterinária da UFRPE foi o primeiro, junto com o de Agronomia, a ser implantado no Estado e no Nordeste, em 1912, quando foi lançada a pedra fundamental das Escolas Superiores de Agricultura e Medicina Veterinária São Bento. Foi fundado por monges beneditinos oriundos da Alemanha para esse fim.